segunda-feira, 19 de abril de 2010

Covardia























Hoje estou em choque. Fomos até o Ribeirão Souto armados de faixas, cartazes e muito amor aos animais. O que encontramos foi uma horda. Pessoas alcoolizadas e ensandecidas. Nos dirigimos ao local em completa paz e organização. Alguns dos manifestantes estavam inclusive com faixas negras na boca. O objetivo era um manifesto pacífico de repúdio. Isso foi feito. Até que os organizadores, familiares e amigos partiram pra cima com pedras, paus e ovos podres. A sensação de que íamos morrer era latente. Me preocupei com meu filho, com as voluntárias, com os amigos que vieram de longe. Todos fomos agredidos física e moralmente. Nossa amiga Bárbara tomou um chute nas costas e fraturou o fêmur, está internada em Blumenau e sofrerá cirurgia. Seu estado é delicado. Nossa amiga Patrícia tomou uma paulada na cabeça e teve traumatismo craniano. Está internada e precisa de supervisão.
Estamos em um país livre, democrático. Nossa manifestação era pacífica. Não tinhamos a intenção de acabar com o evento de hoje. Nossa luta é para que os poderes constituídos se conscientizem de que a prática da puxada é crime.
Hoje, seria um manifesto pacífico.
Coisa que o pessoal do Ribeirão Souto não conhece.
Já tinhamos sido avisados que a família Just era poderosa no Ribeirão Souto. Mas não imaginávamos que ainda existia coronelismo em Pomerode. Eles agem como se fossem donos do bairro. Entendo que não queriram perder os lucros auferidos com o evento. Apenas poderiam inventar uma modalidade em que os cavalos não fossem sacrificados. É tudo que pedimos.
E peço ao meu prefeito (sou cidadã) Paulo Pizzolatti, que de uma vez por todas acabe com esse privilégio. São poucos votos. Não lhe farão falta perto do muito que Pomerode perderá com a repercussão negativa do ocorrido.
Vamos mostrar que a época do coronelismo acabou. Que o povo tem voz. Que pessoas que lutam pelo bem estar animal são respeitadas em Pomerode.


Que pessoas que maltratam cavalos não serão admitidas.
Pra terminar, quem bateu em mim, Heike Weege, foi o Ivo Just. Com seus filhos, parentes e simpatizantes do mal.

7 comentários:

Ana Paula disse...

“A compaixão pelos animais está intimamente ligada à bondade de caráter, e pode seguramente afirmar-se que quem é cruel para com os animais não pode ser um bom homem.” Arthur Schopenhauer

Tenho vergonha de morar numa cidade que ficará conhecida pela crueldade de suas "tradições"... e pela brutalidade de seu povo.

Anônimo disse...

Sou voluntária da OBA Floripa e gostaria de transmitir minha solidariedade aos voluntários feridos nesta demonstração de selvageria dos participantes deste "evento" infame. Infelizmente, vocês sentiram na pele o que todos nós sabemos: uma "pessoa" que maltrata um animal maltrata um ser humano! Só as autoridades não entendem isto! Vocês foram muito corajosos, verdadeiros heróis em meio a tanta ignorância e insanidade.
Um abraço
Livia

Anônimo disse...

Cara Heike,
Escrevo em nome das companheiras da FRADA- Frente de Ação pelos Direitos dos Animais,de Joinville.
Nossa profunda tristeza e solidariedade pelas atrocidades cometidas contra nossos irmãos animais: humanos e não-humanos.
Gostaria de colocar nossa entidade à disposição da Ama Bichos para qualquer manifestação ou ação que se façam necessárias.
Se pudermos ajudar de alguma forma, peço que você contate-me pelo e.mail sheilawehling@gmail.com

um forte abraço
Sheila C. Wehling
Vice-presidente
FRADA - Frente de Ação Pelos Direitos dos Animais

Vivi disse...

Por sorte deles, nós não estavamos lá!
se não ia ter muito marmanjo procurando os dentes por ai!
Bater em mulher é fácil, bater em cavalo é facil!
Quero ver pega pela frente alguem do tamanho deles!!!!
mas deixa o que é deles esta guardado!

boni disse...

É científicamente verificado que os animais podem ter uma vida individual de cooperação mútua e amorosa com os seres humano. A puxada de cavalos é coisa de sociopata, é coisa de gente perigosa que taca fogo na mulher e joga criança pela janela. Tortura de animais é o filtro de perfil psicológico que o FBI, polícia norte-americana, usa para traçar sociopatas, psicopata.

João disse...

Os Brasileiros íntegros exigem a imediata Extirpação do país, de todas "pseudas tradições" que maltratam animais: PUXADAS, TOURADAS, FARRA DO BOI, RODEIOS, RINHAS.Devemos deixar uma terra melhor para esta e próximas gerações."Os animais foram criados pela mesma mão caridosa de Deus que nos criou.É nosso dever protegê-los e promover o seu bem estar"Madre Teresa de Calcutá.Os animais dividem conosco o privilégio de terem alma.Pitágoras" Maltratar animais é demonstrar covardia e ignorância"L.Tolstoi. J.Wanka,61a.,adv.,com vergonha de ser Catarinense.

Anônimo disse...

nossa, procurem o ministério público, denunciem, infiltrem alguém la dentro para filmar e depois enviar a polícia, divulguem o email da prefeitura de pomerode para que se possa fazer uma corrente de emails aos responsáveis pelos eventos da cidade e que através desse ato eles possam perceber o quão fica prejudicada a imagem de pomerode...
nao conheço pomerode, mas confesso que quando conhecer só terei lembranças ruins [contraditório, eu sei], mas foi uma das primeiras cidades em que posso dizer que repudio ela antes mesmo de conhecer.
abraços
taylor.
e meu, to com raiva daquele alemão.
por que não vem pegar uns mais fortinhos né? são uns machinhos falsos!
meu vou parar de escrever porque meu repúdio é tanto que...
até.